Você não lê e não pensa, mas compartilha e curte que é uma beleza…

1025621_486082391466994_672132975_o

979845_486077271467506_1082289438_o

“Os brasileiros começaram a ler. Falta começar a mudar o discurso. Em vez de reclamar dos brasileiros que não leem, os brasileiros que leem deveriam se esforçar para espalhar o hábito da leitura. Espalhar clichês pessimistas não vai fazer ninguém abrir um livro.”

Fonte:
http://revistaepoca.globo.com/cultura/danilo-venticinque/noticia/2013/06/o-brasileiro-nao-le.html

É mais fácil e rápido digerir imagens impactantes que longas explanações sobre uma ideia latente. O fato de grandes redes sociais promoverem a disseminação de ideias se deve ao fato da facilidade com que qualquer pessoa com acesso a internet criar seu próprio conteúdo e verdades que lhe contaram.

Qualquer imbecil pode começar a escrever e largar de forma irresponsável um discurso que pretende ou promover a si mesmo ou ideologia. É a falácia. Deixo ao colega de militância que convida o ser humano a pensar, Roney Belhassof, explicar melhor sobre falácia.

Então você resolve acreditar que foram redes sociais que mudaram a cara do brasileiro babaca que agora deixou de ser palhaço para virar manifestante?

Tirando a turma que é realmente engajada e quer mudar alguma coisa, existe um bando de desocupado subindo da onda da manifestação. Dessa corja direitista e cheia de supostas boas intenções, usar a massa de carne tomando borrachada para promover o caos sobre um governo que foi eleito pela maioria é uma atitude covarde, mas extremamente eficaz.

Estamos de olho também nessa turma que diz que foi lá na manifestação para ser o olho nos fatos, fazer parte da história e publicar rapidamente no seu perfil para parecer descolado, sem contar quem pinta de revolucionário e não consegue nem botar ordem na própria casa.

Quando eu vejo este tipo de abordagem percebo algo promissor.

Uma análise idônea que mostra o que todo mundo já sabe, e teve a sacada sensacional de colocar alguém falando em inglês para ganhar mais impulso nos compartilhamentos.

E sabe o melhor? A mea culpa. Jabor admitindo que estava errado.

Arnaldo Jabor disse no rádio após polêmica causada por chamar manifestantes do MPL de arruaceiros e baderneiros que sua primeira análise estava errada. Ele e milhares de brasileiros não lêem mesmo, analisam superficialmente os fatos e tiram estas conclusões equivocadas da realidade.

Quanto mais você se perguntar a si mesmo se algo é certo ou errado, maior será sua reflexão e esclarecimento. Aí sim vale a pena você fazer seu cartaz e ir pra rua protestar, mas não por algo menor, mas por coisas que realmente valem a pena dar a cara ao spray de pimenta, borrachada nas costas e encher os pulmões com gás.

Se não for para mudar de verdade alguma coisa continuem em casa, no trabalho, na sua alienação ficando puto porque tem um bando de gente na rua atrapalhando seu caminho de volta para casa.

Dica quente. Leia a seção de cartas dos leitores dos jornais que você mais gosta. Estas seções existem faz alguns anos e retratam a verdade de cada um, mas de uma maneira extremamente democrática, tais como nas malditas redes sociais, tal como estou fazendo agora.

E uma mensagem final, a exemplo de Darkseid nas páginas deste post…
1014572_486077274800839_269869477_o

1015693_486077264800840_711053548_o

Um último video para fazer pensar em quem está certo e em quem está errado.

Anúncios

Antony Stark é Jesus Cristo, embora nenhum deles exista até que se prove o contrário.

535542_533976766625598_1702436219_n


Se a gente parar e pensar, graças a Tony Stark a humanidade pode
contar com uma das maiores forças de defesa de todo universo. A união
de heróis em prol do bem comum trouxe uma possibilidade de paz e um
futuro onde as novas gerações poderão crescer.


O gênio inventivo deste excêntrico milionário, cientista, herói e
vingador foi capaz não só de criar uma armadura, mas tudo o que
conhecemos em termos de tecnologia, negócios e organização.



Um exemplo a ser seguido.

Não é à toa que de vez em quando o homem dentro da armadura ceda aos
prazeres da carne, da bebida e claro, de altas putarias.


E como todo ser humano nascido de uma mulher ele também tem lá suas limitações…


TALVEZ UM DIA NÃO IMPORTE QUEM VOCÊ É NEM DE ONDE VEIO E TAMPOUCO O QUE FAZ COM SEU CORPO NU


Democraticamente todo ser humano tem direito adquirido a lutar pela igualdade entre raças, sexo, credo religioso e a utilização da azeitona no pastel de carne. Se avançamos ou não na igualdade social ao longo dos anos é uma questão de ponto de vista de quem defende esta ou aquela classe. O próprio fato de dividirmos as pessoas por sua cor e opção sexual já deixa clara a discriminação.

Está para nascer o dia em que não vamos nos importar com isso. Será tão natural quanto torcer para um time de futebol. Isto não vai qualificar ou tirar o mérito de que é torcedor para um time, gosta de sertanejo, chupa um órgão sexual igual ao seu ou é um pouco mais moreno que o vizinho. A gente vai até fazer piada com isso e ninguém vai levantar uma bandeira de isto é humor negro.

Mulheres não terão mais um dia internacional, bem como homens não tem porque não precisamos enaltecer isso que somos desde que nascemos ou fomos criados a assumir e nos orgulhar.

Eu me orgulho de ter lutado para ter um emprego decente, ter uma família e amigos. Me orgulho de não me meter na vida de ninguém porque eu tomo conta da minha sozinho, mesmo cometendo erros que humanamente são aceitáveis.

Não mato, não desrespeito, não ligo para quem você é nem de onde veio. Trato igualmente meu chefe e o porteiro do prédio. Não gosto do taxista se metendo na minha conversa.
Continue lendo


RECEITA PARA KIBE

500g de trigo para kibe
500g de carne moída (patinho de preferência)
750 ml de água fervendo
2 cebolas ralada ou bem picadinha
Hortelã, pimenta de cheiro e sal a gosto

Coloque o trigo em uma forma de bolo, para espalhar bem. Despeje a água fervendo e deixe tampado com um pano de prato por 40 minutos, (a quantidade de água tem quer ser essa, por que não precisa escorrer). Coloque a carne moída , todos os temperos e o sal e misture bem. Experimente mesmo cru para ver a quantidade de sal. Enrole no formato de quibe frite em óleo quente ou asse no forno recheando com catupiry fica uma delícia.


SEXTA CHEIRA:TÍTULO MERAMENTE ILUSTRATIVO

Engraçado que não costumo pensar no que vou escrever em determinados momentos onde a necessidade de desabafar acontece. É como uma conversa, a gente não raciocina muito e as palavras saem da sua boca naturalmente. É claro que a gente tem que pensar um pouco antes de soltar qualquer absurdo. Não precisa ser nenhum gênio pra isso, nem completamente estúpido, basta ter só um pouco de atenção. É como evitar peidar na frente de um estranho.

E facilmente você se distraí com alguma coisa, é como perder o fio da meada no auge do raciocínio e foi exatamente isso que aconteceu comigo agora.

Perdi.


MARCELO NOVA

Vou reverenciar meu carinho a este que é um dos poucos sobreviventes do rock brasileiro. Parceiro de Raul Seixas, experimentou de tudo um pouco exceto heroína, cuspiu na cara da sociedade patética e patriarcal da sua época sem medo de dizer o que pensa e até hoje é ainda uma constante no meu dia a dia, seja ouvindo o bom e velho Camisa de Vênus como também o farto material da sua carreira solo.

Deixo aqui registrado que o cara é bom, bom pra caralho, antes que ele morra e vive um pária tipo Cazuza, Renato Russo e tantos outros chupadores de pirombas tidos como poetas… vê se pode.


Por que criatividade é ser diferente minha gente, e nao cópia!


Está aí o resultado. Obrigado a todos os envolvidos.


%d blogueiros gostam disto: